Deixe um comentário

GP Valência/Moto2: Karel Abraham estreia-se a vencer

A 1ª vitoria de Abraham na Moto2 (Foto: MotoGP.com)

Uma última corrida repleta de acção terminou com o piloto da Cardion ab Motoracing a garantir a primeira vitória em GPs em Valência, com Andrea Iannone e Julián Simón a completarem o pódio com este último a sagrar-se vice-Campeão.
A primeira vitória de Karel Abraham em Grandes Prémios do Campeonato surgiu na última corrida de Moto2 de 2010, este domingo em Valência, com o checo a levar a melhor numa prova muito emocionante e que marcou a despedida da classe rumo ao MotoGP no próximo ano.
Atrás de Abraham no pódio ficaram Andrea Iannone (Fimmco Speed Up) e Julián Simón (Mapfre Aspar), com o espanhol a selar a conquista do vice-Campeonato por apenas dois pontos de margem sobre o italiano.
Foi uma corrida fantástica de início a fim e Iannone disparou para a liderança ainda no início, com vários pilotos a lutarem por posições na frente da prova. Scott Redding (Marc VDS Racing Team) – que se tornou no mais jovem piloto de sempre a fazer 50 GPs – e o Campeão do Mundo Toni Elías (Gresini Racing Moto2) estiveram entre os protagonistas.
Tanto Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) como Kenan Sofuoglu (Technomag-CIP) também entraram no embate e quando entraram em luta directa pela segunda posição o turco viu-se obrigado a saída de pista na Curva 1 e caiu. Ainda voltou à corrida, mas teve de desistir e pouco depois foi Bradl quem foi ao chão na Curva 12 quando aumentava o ritmo para se manter com os líderes.
Enquanto isso, Simón subia gradualmente para a frente depois de ter chegado a rodar em nono na primeira volta e escalou até segundo na tentativa de levar a melhor sobre Iannone. A dupla envolveu-se em grande batalha na última parte da corrida, com Abraham e Elías a entrarem também no combate.
Ao cabo de muitas ultrapassagens e mudanças de posições tudo se decidiu na última volta, com a tensão a ser grande quando Elías tocou na roda traseira de Iannone e foi ao chão. Abraham capitalizou e passou para primeiro por entre todo o drama, mantendo a posição até final para terminar com 0,522s de margem sobre Iannone, com Simón a ficar a apenas seis centésimos de distância.
Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing) ficou a quase dois décimos, com Redding a terminar a época com um quinto posto. A lista dos dez primeiros contou ainda com Alex de Angelis (JiR Moto2), Simone Corsi (JiR Moto2), Sergio Gadea (Tenerife 40 Pons), Dominique Aegerter (Technomag-CIP) e Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up).

 

Classificação

Texto e Foto: MotoGP.com
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s