Deixe um comentário

Rallye Casino do Algarve: Bernardo Sousa “O campeão é aquele que é mais regular ao longo do campeonato”

Bernardo Sousa juntou o título de Turismo ao de Campeão Nacional de Ralis (Foto: Paulo Homem)

Bernardo Sousa piloto do Team Ford Quinta do Lorde venceu com brilhantismo e categoria o Rali Casinos do Algarve que chegou ao fim este domingo. Com efeito, o já campeão nacional do Campeonato de Portugal de Ralis, não deu muitas hipóteses à concorrência, terminando a última prova pontuável do CPR na frente do rali, somando assim mais uma vitória, a quarta da temporada, juntando os pontos necessários para sagrar-se campeão entre os condutores do agrupamento de Turismo.
Uma época notável do jovem piloto madeirense que, no final, não escondia a satisfação do dever cumprido tanto mais com mais um título no bolso: “Claro. Cumprimos o que nos predispusemos cumprir que foi sermos campeões do CPR. Estamos satisfeitos com esta magnífica temporada. Estamos satisfeitos com o apoio dos nossos patrocinadores, julgo que a esse nível prestigiamos todas as marcas que se associaram a este projecto, desde já agradecer-lhes todo o esforço e empenho nesta parceria de sucesso, a todos sem excepção, mas de modo particular, à Ford Lusitânia, à Quinta do Lorde, à PT, à MMM Gift Card, Cision, Delta Q Beta, Specialized, QF, 2Q, Pirelli, ENI, à Twist, a todos reitero o meu sincero agradecimento”, confidenciava.
Quanto ao Rali Casinos do Algarve, Bernardo retira alguma carga de uma eventual polémica numa espécie de ‘tira-teimas’ entre concorrentes com carros de igual categoria, uma especulação avançada por alguns órgãos de comunicação social. “Falou-se nisso, mas sinceramente não senti que este rali servia de exame ou que seria aqui o rali do ano. O campeão é aquele que é mais regular ao longo do campeonato. Fizemos neste rali aquilo que temos vindo a realizar, vencendo com alguma naturalidade. A distância para o segundo classificado creio que fala por si”, vinca o piloto do Ford Fiesta S2000.
De resto frisa que o Casinos do Algarve foi quase quase perfeito: “Como o algodão que não deixa dúvidas… (risos) julgo que sim. Ontem, na super especial perdemos algum tempo numa curva à esquerda, mas não é ali que se ganha ralis. Hoje, entramos fracamente melhor, ao ataque, conseguindo à conta disso uma vantagem moralizadora. Depois, na quarta especial, furamos, perdemos algum tempo para o Miguel, todavia voltamos a impor o nosso ritmo, vencendo inclusive as restantes especiais. Aliás, para aqueles quem tinham dúvidas, dizer-lhes que vencemos seis das oito especiais deste rali, o que é demonstrativo da nossa superioridade”.
De qualquer modo, Bernardo não esquece o fair-play de Vítor Pascoal. “Já o disse mais do que uma vez, mas não posso esquecer o gesto de desportivismo do Vítor no Rali Vinho Madeira quando parou para apagar o incêndio no meu carro. Foi um verdadeiro campeão”, rematou o CAMPEÃO NACIONAL DE RALIS de 2010.

Texto: Comunicado de Imprensa – Team Ford Quinta do Lorde
Foto: Paulo Homem (www.ralis.online.pt )
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s