Deixe um comentário

WTCC/Macau: Huff e Michelisz vencem corridas, Monteiro no pódio

Norbert Michelisz fechou a temporada a vencer (Foto: WTCC)

Corrida 2: Norbert Michelisz venceu a segunda corrida de WTCC do programa do Grande Prémio de Macau, ao passo que Tiago Monteiro não foi além do oitavo posto.
A prova que fechou a temporada do terceiro campeonato mais importante da FIA começou mais uma vez com uma carambola, desta feita na entrada da Curva de S. Francisco, tendo a pista ficado bloqueado pelos carros de Romanov, dos irmãos Taniguchi, Barth e O’Young.
A corrida foi suspensa para que o traçado da Guia fosse limpo, tendo a recomeçado após longos minutos.
Michelisz, que já tinha alcançado a liderança no primeiro arranque, susteve as investidas de Tarquini quando a prova foi retomada, conseguindo ver a bandeirada de xadrez de na primeira posição, alcançando a sua primeira vitória no WTCC, ai superiorizar-se ao italiano.
Robert Huff, vencedor da primeira corrida, realizou uma prova impressionante, tendo ganho uma posição logo no arranque a Tiago Monteiro, tendo posteriormente visto Yvan Muller ceder-lhe uma posição. O piloto britânico teve então uma feroz luta com Augusto Farfus, tendo havido mesmo alguns toques entre os dois.
Huff acabou por suplantar o brasileiro na travagem para o Hotel Lisboa, quando faltavam quatro voltas para o fim da prova. Com um ritmo avassalador, o inglês conseguiu ultrapassar os mais de quatro segundos que detinha para Tarquini, com quem se batia pelo segundo lugar do campeonato, mas sem conseguir suplantar o transalpino, terminou encostado no SEAT, quedando-se pela terceira posição, tendo o italiano assegurado o Vice-Campeonato.
Tiago Monteiro concluiu a prova no oitavo posto, depois de ter lutado pelo sexto lugar. O piloto português foi prejudicado por no arranque por Alain Menu, que permaneceu imóvel na grelha de partida, perdendo lugares para os restantes homens da Chevy.
Depois de ter visto Huff e Menu passar Farfus, Monteiro tentou fazer o mesmo, mas o tiro saiu-lhe pela culatra e perdeu posições para Tom Coronel e para Andy Priaulx, terminando na oitava posição, o que ainda assim foi suficiente para garantir o quinto lugar no Campeonato. O britânico da BMW realizou uma prova notável e, após ter arrancado das últimas posições do grid, conseguiu recuperar até ao sétimo lugar final.
César Campaniço estava a realizar uma boa prova, rodando no terceiro lugar dos independentes, até que cometeu um erro na abordagem à Curva Lisboa, embatendo nos muros de protecção, o que ditou o seu abandono.

Classificação Final 2

Robert Huff venceu a 1ª Corrida na Guia (Foto: WTCC)

Corrida 1: Robert Huff venceu a primeira corrida da ronda de Macau do WTCC, superiorizando-se a Yvan Muller e a Tiago Monteiro, que subiu ao degrau mais baixo do pódio.
A prova não começou da melhor forma para as cores portuguesas, uma vez que, logo após o arranque, André Couto envolveu-se num toque com Andy Priaulx na Curva do Reservatório, tendo o piloto que corre com licença macaense abandonado imediatamente. O inglês da BMW ainda conseguiu chegar às boxes, tendo regressado a corrida bastante atrasado, já Michel Nykjaer foi obrigado a abandonar, sendo uma vítima inocente do desentendimento entre Couto e Priaulx, entrando em pista o Safety-Car.
Entretanto, Monteiro conseguiu ultrapassar Alain Menu na travagem para a Curva do Hotel Lisboa, tendo este embatido nos muros de protecção, podendo, porém, seguir em prova. Após o reinício da corrida, o piloto português da SEAT encetou uma perseguição aos dois homens da Chevrolet, que dominavam os acontecimentos, tendo chegado mesmo a estar lado a lado com Menu. No entanto, por fora na abordagem à curva onde suplantou o suíço da marca americana, Tiago Monteiro foi obrigado a desistir do seu ataque.
Na liderança, Huff distanciou-se do seu colega de equipa, tendo visto a sua vida facilitada quando Masaki Kano embateu nos rails a duas voltas do final. O Safety-Car voltou a entrar em pista, tendo neutralizado a corrida até à bandeirada de xadrez.
Yvan Muller pôde assim terminar de uma forma descansada, uma vez que Tiago Monteiro continuava a pressioná-lo, ao passo que César Campaniço, com uma boa recuperação terminou no décimo quarto posto, depois de ter arrancado do décimo nono lugar.
Com a dobradinha nesta primeira corrida, a Chevrolet alcançou o ceptro de Construtores, para grande gáudio de Éric Neve.

Classificação Corrida 1

Texto: Jorge Girão (www.sportmotores.com)
Fotos: WTCC
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s