Deixe um comentário

Alberto Rosário já testou o Bowler nas 24horas TT Fronteira

Alberto Rosário junto ao Bowler que vai tripular nas 24H TT Vila de Fronteira 2010 (Foto: Marco Pestana)

O experiente piloto TT madeirense, Alberto Rosário, já se encontra no Alentejo, para participar as 24 Horas TT Fronteira, que decorre nos dias 26 e 27 de Novembro. A prova volta a ter como base os 17 km do Terródromo da Vila de Fronteira.
O convite surgiu da equipa francesa, vencedora da edição de 2008, através Paredecar,o preparador nacional é especializado em QT Bowler Wildcat, e irá assistir a quatro viaturas desta marca na prova. A viatura será um QT wildcat com motorização a gasolina 4000cc V8, com suspensão fox e preparação para circuito, com características muito apropriadas para este tipo de provas, onde tem obtido excelentes resultados à geral. Num primeiro contacto com a viatura nos treinos decorridos hoje, Alberto Rosário, destacou a grande fiabilidade da viatura, bem como a força do motor, apontando apenas a necessidade de fazer pequenas afinações na parte électrica para a prova que inicia-se amanhã pelas 14h00.
A decoração da viatura, que possui vários traços da Madeira tem merecido muitos elogios pelos concorrentes e público. De referir ainda que a bandeira da Madeira foi hasteada na box às 14h00m e irá permanecer até ao fim da corrida. Em termos de traçado, Alberto Rosário, que já disputou várias provas TT de resistência desde 1999 até 2008, referiu ser muito exigente.
Irão competir 94 equipas que se traduzem em 350 pilotos inscritos, o que representa um número assinalável e que dá uma ideia bem precisa da dimensão e da importância que a grande festa do TT nacional representa, tornando este evento cada vez mais numa “clássica” indispensável no calendário nacional. O mesmo se pode dizer no tocante à qualidade dos mesmos, com a presença de nomes bem consagrados quer no TT quer noutras vertentes do desporto automóvel, a que se juntam os grandes especialistas neste estilo de provas de resistência, onde uma boa preparação do carro e um doseamento de andamento são por vezes mais importantes do que a capacidade de andamento de cada um. Alberto Rosário, refere que o objectivo é ajudar a equipa a obter um bom resultado, mas acima de tudo disputar a maior festa TT em Portugal, lado a lado com a nata dos pilotos TT do mundo, mantendo um espirito de aventura muito forte.

Texto: Press-Release Alberto Rosário

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s