Deixe um comentário

Rali Sical: Ricardo Moura mantém domínio nos Açores

Ricardo Moura venceu o Rali Sical 2011 (Foto: Ricardo Laureano | rallyazores.blogspot.com)

O 30º Rali Sical que se disputou na Ilha Terceira, voltou a ser a prova de abertura para mais um campeonato açoriano, com algumas novidades de percurso.
Sem qualquer oposição ou problemas mecânicos, Ricardo Moura venceu o Rali Sical, sendo o mais rápido em 9 dos 10 troços disputados. O actual campeão regional imprimiu um ritmo forte no inicio do evento, sempre com médias superiores aos 100km/h, amealhando uma vantagem confortável para depois controlar quem vinha atrás.
Mesmo com as ausências de Pedro Vale e Sérgio Silva, a luta pela segunda posição, acabou por ser um dos maiores focos de interesse no evento pois, ficaram apenas 9,6s de diferença entre o 2º e o 4º classificado.
Ricardo Carmo voltou aos bons resultados, ao ser segundo classificado desde o inicio mas, Luis Miguel Rego (3º classificado) e Fernando Meneses (4º classificado e vencedor de um troço) não lhe deram qualquer descanso. No decorrer do segundo dia de prova, as lutas entre estes três pilotos chegou a ser ao décimo de segundo, fazendo com que tudo podia mudar a qualquer momento.
Artur Silva terminou em quinto da geral e dominou desde o inicio nas duas rodas motrizes mas, a pressão por parte de vários pilotos na mesma categoria, tornaram esta luta muito interessante até ao último troço.
Carlos Costa teve alguns problemas de travões no Citroën, durante o inicio do rally mas, nunca se afastou muito da concorrência, pois recuperou o pouco tempo perdido e terminou em sexto a 9,2s de Artur Silva.
Henrique Moniz também esteve excelente a todos os níveis durante todo o rally mas, viria a perder uma posição para Costa na parte final da prova, ficando apenas a 1,6s do outro carro da CC Racing.
Em habituação ao novo Subaru (ex-Luis Pimentel), Paulo Rego lutou contra os melhores 2WD e chegou a estar a 0,2s de Moniz mas, o jovem piloto do C2 conseguiu segurar o mais potente Impreza 1,3s atrás de si, no derradeiro troço do rally.
Esperava-se mais de Marco Veredas e de César Silva com este último a desistir no derradeiro troço, permitindo que Rúben Rodrigues entrasse no Top 10, num tipo de piso que está em aprendizagem.
Cláudio Bettencourt chegou a estar envolvido numa luta interessante com Artur Silva mas, a caixa de velocidades do Evo 8 cedeu, obrigando o piloto da Graciosa a terminar o rally mais cedo.

Rui Torres teve uma prova para esquecer com muitos problemas no seu Mitsubishi, acabando por desistir antes do meio do rally e Bruno Amaral com o seu novo Evo 8 (ex-Luis Cardoso), esteve parado mais de 30 minutos com uma avaria, não escapando à última posição.
O Team Praia da Vitória viu dois dos seus principais pilotos a ficarem pelo caminho. Sérgio Cardoso bateu na super especial em Angra do Heroísmo e Olavo Esteves despistou-se após um salto com o Clio R3.
No Open, Jorge Sousa dominou com o seu Toyota Corolla GT, deixando Paulo Veredas na segunda posição a pouco mais de 50 segundos

LÍDERES DO RALI:
Ricardo Moura (Pec 1 a 10)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Ricardo Moura (9); Fernando Meneses (1)

CLASSIFICAÇÃO FINAL

PILOTO DE RALI
Ricardo Moura
MOMENTO DO RALI
Vantagem de Ricardo Moura desde o primeiro troço
MENOS DO RALI
Ausência de luta pelo primeiro lugar

Texto: Ricardo Nascimento (ralis.online.pt)
Foto: Ricardo Laureano (rallyazores.blogspot.com)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s