Deixe um comentário

Dakar 2013: Gordon ganha etapa Sousa sobe um lugar na geral

gordon

A etapa de hoje do Rali Dakar tinha como maior dificuldade as famosas dunas de Fiambalá, que ao longo dos últimos anos têm provocado imensas baixas na caravana, mas a verdade é que foi de novo a chuva a criar as piores condições.

Os pilotos das motos conseguiram percorrer os 220 quilómetros do sector selectivo que termina nos arredores de Fiambalá, mas os automóveis nem por isso, pois somente sete lograram alcançar o segundo controlo de passagem, onde foram imobilizados por ordem da organização, enquanto todos os restantes ficaram retidos logo no primeiro controlo, ao km 84. Entre os que se adiantaram, o mais rápido foi Robby Gordon, que levava 2m46s. de vantagem sobre Boris Gadasin, enquanto Stéphane Peterhanel perdia somente pouco mais de um minuto para a Toyota de Giniel De Villiers, o que assegura que nada muda nos lugares da frente. Nada é como quem diz, pois Carlos Sousa, que ficou parado em CP1, onde era o oitavo mais rápido, terá, provavelmente, subido mais um lugar na classificação, ascendendo ao quinto posto, graças ao atraso, ou mesmo abandono, do Mini do russo Novitskiy.

Entre os homens das motos, em termos absolutos mantém-se na frente o dueto da KTM formado por Cyril Desprès e o nosso compatriota Rúben Faria, que já leva 13m.13s. de atraso, contando apenas com cerca de cnco minutos de vantagem sobre Francisco “Chaleco” Lopez. Nesta etapa, porém, o mais rápido foi o norte-americano Kurt Caselli, o piloto que a KTM recrutou á última hora para substituir Marc Coma. Caselli foi secundado pela Husqvarna de Paulo Gonçalves, que graças a esta performance já está no 11º lugar absoluto, com escasso atraso sobre os pilotos que o antecedem, o que lhe abre excelentes perspectivas para entrar no top-ten. Menos feliz, Hélder Rodrigues caíu para a nona posição ao perder mais de 40 minutos parado quase no final do sector selectivo, devido a problemas com a sua Honda. Hélder Rodrigues foi o 30º nesta etapa, logo seguido pelos restantes portugueses, Pedro Bianchi Prata (38º) e Mário Patrão (41º); estes dois encontram-se agora no 65º e 37º postos da classificação geral, respectivamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s