Deixe um comentário

Dakar 2013: Na despedida da Argentina Carlos Sousa de novo no sexto lugar

csetapa501-3cbe

Naquela que foi talvez a última das etapas decisivas do Dakar 2013, Carlos Sousa e Miguel Ramalho voltaram a estar em plano de destaque, garantindo esta quinta-feira o 7º melhor tempo nos 319 km da especial que marcou o regresso da caravana ao Chile e às dunas do Atacama.

Chegando a rodar entre o top-5, um problema de suspensão a 120 km do final obrigou o piloto português a moderar o ritmo e a perder algum tempo, mesmo se ainda logrou ampliar a vantagem relativamente ao mais direto perseguidor na geral. Com apenas mais duas etapas pela frente, Carlos Sousa tem agora quase tudo a seu favor para repetir o brilhante 6º lugar conquistado no ano passado…

Com a meta cada vez mais próxima, a caravana do Dakar despediu-se hoje da Argentina e entrou novamente no Chile, numa etapa entre Fiambalá e Copiapó que se iniciou logo às primeiras horas da madrugada para nova travessia dos Andes, agora pelo conhecido Paso San Francisco, a mais de 4.700 metros de altitude.

Com a hierarquia inalterada face ao drástico encurtamento da etapa da véspera, a corrida voltou hoje à normalidade, numa especial repleta de dificuldades mas que Carlos Sousa e Miguel Ramalho ultrapassaram com brilhantismo, apesar de um valente susto já no último terço do percurso.

“A cerca de 120 km do final, ficámos literalmente sem suspensão no carro! Tentámos perder o menos tempo possível, mas levámos muita pancada até alcançarmos a meta, sobretudo na passagem de alguns rios e dunas. Nesse contexto, o resultado final acaba por ser até algo surpreendente… Pensava que tinha perdido muito mais tempo para o grupo da frente nestes quilómetros finais”, explicou Carlos Sousa à chegada, após confirmar o 7º melhor tempo na especial, a menos de 10m de diferença do vencedor, o espanhol Nani Roma.

“Foi pena este problema, porque estávamos a imprimir um ritmo cada vez mais forte e a navegar sem qualquer hesitação nas dunas. Hoje, acho que tanto eu como o Miguel (Ramalho) merecíamos um resultado melhor. Mas o Dakar é mesmo assim e agora temos é que pensar em conservar até ao fim este excelente resultado, que supera em muito as nossas melhores expetativas à partida desta dura e competitiva edição”, concluiu o atual 6º classificado da geral automóvel, agora com mais de 24m de vantagem relativamente ao perseguidor mais direto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s