Deixe um comentário

CPTT: Nuno Matos de Opel Mokka Proto

moca opel

Determinado em dar um novo impulso à sua carreira, mas também em elevar ainda mais o nível competitivo da época que em breve se inicia, Nuno Matos prepara-se para estrear, tal como há dois anos, um novo e aliciante projeto no Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT). 

Dando a melhor sequência à ligação iniciada com a Opel Portugal em 2011, o piloto de Portalegre terá agora a responsabilidade de estrear em competição o novo Opel Mokka, modelo que assinala a entrada do construtor alemão no segmento dos SUV compactos, com lançamento no mercado nacional previsto para o início de abril.

“Embora muito satisfeito com o nível que conseguimos alcançar com o Astra Proto em apenas dois anos, a verdade é que o desejo de evoluir falou mais alto… Não sendo este o caminho mais fácil, é seguramente o mais desafiante”, confessa Nuno Matos, que ao volante do Astra Proto venceu duas provas à geral, subiu por cinco vezes ao pódio e esteve na luta pelo vice-campeonato até à última prova.

“Claro que preferia ter um pouco mais de tempo para testar mais exaustivamente o novo carro, mas confesso que não podia estar mais motivado com este projeto, quer pela oportunidade de darmos um importante salto competitivo, quer pelo voto de confiança manifestado por cada um dos nossos parceiros”, explica o vencedor da Taça FIA de Bajas em 2010.

Ainda em fase de construção nas oficinas da DePieres Competição, em Penafiel, o Opel Mokka Proto deverá cumprir o seu baptismo competitivo já na prova de abertura do Campeonato de Portugal de TT, que após o adiamento da Baja do Algarve passou a ser o Ervideira Rali TT, a 20 e 21 de abril.

“Como só muito recentemente é que conseguimos viabilizar este projeto, temos agora pela frente um calendário muito apertado para concluir o carro a tempo da prova de Reguengos. É uma tarefa difícil e que vai exigir muito esforço da nossa parte, se bem que toda a equipa está empenhada na concretização desse objetivo”, revela Nuno Matos, que voltará a formar dupla com Filipe Serra no CPTT.

Preparado de acordo com as mais recentes regras introduzidas pela Federação Internacional do Automóvel (FIA) ao nível da categoria T1, o Opel Mokka Proto constitui uma clara evolução face ao seu antecessor, nomeadamente ao nível do chassis, roll-bar, travões, eletrónica, distribuição de peso, centro de gravidade e distância entre eixos (com um acréscimo de 10 cm face ao Astra Proto), entre outros pequenos detalhes, mantendo apenas inalterada a motorização turbodiesel de 3 litros já utilizada no Astra Proto, assim como o sistema de suspensões e a caixa de velocidades.

Com um percurso irrepreensível nas categorias secundárias, conquistando o bicampeonato de T8 em 2007 e 2008 e os títulos nacional e mundial de T2 respetivamente em 2009 e 2010, Nuno Matos cumpriu em 2011 o desejado salto para a categoria rainha do CPTT, logrando chegar à sua primeira vitória à geral logo na sua época de estreia em T1.

Depois de em 2012 ter sido um dos principais animadores do Campeonato, vencendo a prova inaugural e liderando a competição até à terceira etapa do calendário, o piloto de Portalegre assume para 2013 o desejo de lutar regularmente pelos primeiros lugares em todas as provas e concluir o ano no pódio do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s