Deixe um comentário

Francisco Abreu Vice-Campeão Nacional de Sport Protótipos

francisco abreu vice campeaoFrancisco Abreu venceu a primeira corrida da quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos (CPSP) disputada este fim de semana noAutódromodo Estoril. E quando se preparava para saborear uma nova vitória na segunda corrida, um dos pilotos da equipa belga formada por Donald Naessens e Win Jens – única que estava na luta pelo título com o piloto madeirense na categoria C3 – cometeu um erro de pilotagem após ser advertido com uma bandeira azul: desviou-se para o lado direito e embateu no Radical SR3 de Francisco Abreu obrigando a desistir.
À partida para a quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos (CPSP), Francisco Abreu estava na segunda posição da categoria C3 do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos, com uma desvantagem de 16 pontos face à dupla belga formada pelos pilotos Donald Naessens e Win Jens, sendo os únicos que podiam lutar pelo título, já que britânico Colin Bain ficou afastado dessa possibilidade na última prova disputada no Autódromo Internacional de Portimão. Contudo, se Francisco Abreu vencesse as duas corridase os belgas terminassem uma corrida na segunda posição e outra na terceira, o piloto madeirense sagrava-se campeão nacional.
Na primeira corrida, o jovem madeirense de apenas 19 anos de idade, cumpriu o que lhe competia e venceu com autoridade, deixando a uma distância bastante significativa Donald Naessens e Win Jens na segunda posição. Na segunda corrida, Francisco Abreu rapidamente assumiu a liderança, mas logo depois ficou a saber que o britânico Colin Bain, o único que podia ombrear com os belgas, tinha desistido logo na partida com problemas na embraiagem, pelo que teve desde logo de se contentar com o vice-campeonato, já que Donald Naessens e Win Jens ao terminarem na segunda posição seriam campeões.
O piloto português prosseguiu o seu trabalho mas, como se não bastasse, foi obrigado a desistir, já que um dos pilotos da equipa belga após ser advertido com uma bandeira azul, desviou-se (erradamente) para o lado direito e embateu no Radical SR3 de Francisco Abreu que acabou por ficar imobilizado após embate forte com uma das rodas traseiras num ‘rail’.
Francisco Abreu poderia ter-se apresentado no Autódromo do Estoril praticamente para o momento de consagração, não fossem os problemas mecânicos com que se deparou na terceira jornada, disputada no mítico Circuito da Boavista, pois logo no início da Corrida 1 o motor do seu Radical SR3 ‘partiu’, impedindo-o de somar qualquer ponto na prova, já que também não pôde alinhar na Corrida 2. Dos 50 pontos que estavam em discussão, o piloto madeirense viu-se confrontado com o facto de não poder totalizar nenhum.
Ainda assim, Francisco Abreu lutou até final e provou em pista que, sem problemas mecânicos,o título de Campeão Nacional de Sport Protótipos da categoria C3 jamais lhe escaparia, apesar de se ter estreado este ano na competição, na qual somou seis vitórias em 10 possíveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s