Deixe um comentário

RAMPA DA PENHA: Regresso João Fonseca às vitórias

Regressar, competir e vencer. Eis a saga de João Fonseca na 41ª Rampa da Penha Paisagem Protegida. Está de volta ao CPM JC GROUP e vem para lutar pelo título absoluto!

A tradição ainda é o que era. O Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019 foi recebido pela Penha com chuva, frio, vento, nevoeiro e, a espaços, até granizo. Começa a ser um clássico a prova de abertura do campeonato ser disputada debaixo de mau tempo, condicionando a “performance” dos protagonistas.

Quase quatro dezenas responderam à chamado do Demoporto para esta abertura da época. O campeonato apresenta-se com um plantel rico em qualidade e em quantidade, prometendo uma época de grandes emoções.

Subida de prova mais rápida, domínio total em todas as subidas mais importantes, eis o resumo da “faena” assumida por João Fonseca na prova de regresso à montanha, agora tripulando um SilverCar EF10.

O “filho pródigo” não se deixou afetar pelo piso traiçoeiro e demonstrou sempre que estava na Penha para vencer, reclamando a vitória com um avanço superior a 2,9 segundos sobre o seu mais direto adversário.
Depois desta primeira prova, não subsistem dúvidas de que será um forte candidato ao cetro de 2019.

Hélder Silva emerge da Penha como mais um justo candidato ao título absoluto.
O seu Juno CN 09 apareceu renovado e muito mais competitivo. O piloto poveiro retribuiu com uma motivação reforçada e ostentou ao longo de toda a prova um ritmo endiabrado, coroado com um excelente 2º lugar absoluto final.

Chegou à Penha com um merecido estatuto de “Princesa da Montanha”. Mas que não subsistam dúvidas.
Sai da Penha com uma coroação plena, justa e saída do aplauso dos seus pares e do público.
De seu nome e graça Gabriela Correia.
Ainda sem ter 17 anos, foi coroada “Rainha da Montanha” mercê de uma exibição fenomenal que se tornou histórica no resultado. A saber, Gabriela Correia levou o seu SEAT Leon Supercopa MK3 ao 3º lugar absoluto da rampa, à vitória absoluta entre os turismos, ao triunfo na Divisão Turismos 3, vencendo ainda grupo e classe.
Com classe. Com muita classe, tornou-se mais jovem piloto a subir a um pódio absoluto e a primeira mulher a almejar tal feito. Temos rainha e todos aclamam!

Também em destaque esteve Pedro Marques. Mais solto, mais confiante e mais veloz, o piloto colocou o seu Seat Leon MK3 no quarto posto da geral, sendo o legítimo vencedor da Divisão Turismos 4.
Nuno Guimarães (BRC CM-02) apareceu em Guimarães com ganas e ambição, sendo 5º da geral e 3º entre os protótipos.

Já Luís Nunes estreou o Ford Fiesta R5+ ex-Manuel Correia com um triunfo na Divisão Turismos 2, cabendo a Ricardo Gomes reclamar a vitória na Divisão Turismos 1, mercê de uma exibição de grande nível ao volante de um Mitsubishi EVO X.

Veio desde a mítica montanha do Caramulo até à não menos idílica serra da Penha para saborear um doce quanto suado triunfo.
Falamos de Ricardo Loureiro (Ford Escort MKII) que saiu da Penha com uma vitória no Campeonato de Portugal de Clássicos de Montanha JC Group arrancada praticamente a ferros, tal foi a oposição feroz que lhe foi movida por um endiabrado Parcídio Summavielle que trouxe de volta o brutal Datsun 240 Z, cujo branco imaculado da pintura é irónico, tal a bravura que carro e piloto ostentam.

Menos de um segundo separaram os dois, no pódio absoluto entre os clássicos.
O 3º lugar foi para António Torres da Silva. Aos comandos de um potente e difícil BMW 323i o piloto rodou sempre ao mais alto nível. Pela negativa, fica o toque na ultima subida, danificando severamente o carro alemão.

A Taça de Portugal de Montanha 1300 assistiu a um duelo intenso entre João Diogo Santos (FIAT Punto 85 Sport) e Paulo Pereira (Suzuki Swift) que foram alternando a liderança, que acabou por cair para o lado de Diogo Santos. Francisco Milheiro (Peugeot 106) foi 3º na TPM1300.
Com a desistência do espanhol Juan Carlos Gonzalez, Domingos Fernandes venceu entre os clássicos com cilindrada até 1300cc, sendo o único a conseguir inscrever o nome na classificação final da prova.

O Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019 viaja agora até à cidade dos arcebispos para, nos idos de Maio, disputar a 40ª Rampa Internacional da Falperra, nos dias
10, 11 e 12, numa organização do Clube Automóvel Do Minho. Será o sempre aguardado duelo entre a “armada” lusitana e os pilotos do Campeonato da Europa de Montanha

Resultados completos – CLIQUE AQUI

Anúncios

About Programa Circuito

Com a direção de Avelino Dantas, todas os dias Programa Circuito coloca entrevistas, fotos, reportagens e comentários sobre todas as actividades de desporto motorizado, que se realizam na Região Autónoma da Madeira, em território nacional e no mundo. "Em terra no mar e no Ar"

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s